quinta-feira, 11 de outubro de 2012


"Branca dos Mortos e os Sete Zumbis" é o conto que abre o livro de mesmo nome pelo atormentado Abu Fobiya. Tal qual a caixa de pandora, uma vez abertas as páginas deste tomo macabro espalharão pesadelos e sortilégios ao redor do mundo.
Aqui ninguém está a salvo, e o mais importante: nada é o que parece. A pobre filha do rei, cujo único pecado foi ser de todas a mais bela, precisará enfrentar zumbis e a fúria da madrasta invejosa. A morte de uma pequena vendedora de fósforos desencadeia uma série de roubos e um crime aparentemente insolúvel. E o grande segredo da menina do chapeuzinho vermelho será enfim revelado àqueles que tiverem coragem de se aventurar por estas páginas.
Nesta compilação de 11 histórias de terror, zumbis e psicopatas dividem espaço com fadas e animais falantes, numa sucessão de capítulos não-lineares que culminam no fim do mundo e na transformação de tudo o que o leitor julgava saber sobre os contos de fadas.

Este livro foi um empréstimo que peguei de um amigo meu (mais uma vez o Maurício me emprestando livros!) e a análise dele é, de certa forma, fácil.
Eu disse fácil? Bem, na verdade estou confusa.
Hoje é normal nós vermos muitas adaptações de contos infantis direcionadas para o público jovem, e o que percebo é que são adaptações romanceadas. Se esta for a proposta do autor, beleza. Não é o caso de Abu Fobiya. A estrutura é feita de maneira com que continue parecendo um conto infantil (parágrafos curtos, orações simples), porém com um toque de horror.

Quando peguei, pensei que sentiria medo e até pavor. Não, nada disso (por isso, pessoas medrosas como eu podem ler sem medo)! O que senti foi repulsa em muitos momentos, assim como um pouco de ansiedade. Algumas cenas são de indignação total, e deixam o leitor com certa aversão ao conto. Porém esta é a intenção: que o leitor deixe aflorar seus sentimentos de forma natural.
Houve um elemento que eu, sinceramente, não sei se é bom ou ruim: há muitas risadas do tipo “Ha, ha, ha”. Não sei... Não consigo imaginar uma bruxa rindo desta forma. Nem uma assombração, nem zumbi. Enfim... (será que estou sendo chata?)

Não vou falar sobre os contos! Por um motivo simples: são contos conhecidos por todos, e se eu contar sobre os toques horrendos, perderá a graça da leitura. Certo? Certo!
Antes de iniciar cada conto há uma ilustração (muito bem feita por sinal) que dá uma noção de como serão os eventos. É interessante a maneira como os contos vão se ligando ao longo da leitura. Os 7 Zumbis aparecem primeiramente em “Branca dos Mortos” (título que abre a obra) e passam por vários contos seguintes ao seu principal, por exemplo.
Apesar de o conto da “Branca dos Mortos” ser o mais marcante, meu preferido foi o “Cindehella”. DIVO! PERFEITO!

Pontos Negativos: Há um conto: “Bela Incorrupta” que perde o estilo de conto infantil. Não gostei disso. E também não gostei das risadas (é que realmente me incomodaram)

Pontos Positivos: As ilustrações tiveram realmente a ver com o conteúdo abordado. Os contos foram tratados de forma inteligente e asquerosa (no bom sentido, já que era a intenção).
Uma obra interessante. Amedrontadora? Não. Um tanto macabro, nojento, corrupto. Ótimo!

Às vezes a obra é assim mesmo: contraditória. Mas faz total sentido!

"Branca dos Mortos e os Sete Zumbis", escrito por Abu Fobiya e ilustrado por Michel Borges, é o terceiro título do selo Nerdbooks, que lançou o best-seller Eduardo Spohr (A Batalha do Apocalipse) e Protocolo Bluehand: Alienígenas. Disponível com exclusividade na Nerdstore:


Reações:

10 comentários:

  1. Bom não é muito o meu estilo de leitura mas gosto de ler tuas resenhas por uma coisa q poucos fazem: pontos positivos e negativos ao seu ponto de vista!
    Realmente gosto disso =D
    bjus Came

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Su!
      Ai que linda que você é ♥
      Muitíssimo obrigada *-*

      Beijos

      Excluir
  2. Estava esperando essa resenha e agora quero ler tuuuuudo! Você me deixou curiosíssima, dona Camila Machado! Obrigada por isso! Hahaha <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi dona Gislaine Amaral!
      Leia, leia, leia e compartilhe o que achou! *-*

      Beijos ♥

      Excluir
  3. Eu confesso que gosto de livros esquisitos e de histórias bizarras, só isso já despertou a minha atenção, mas além disso ainda tem ilustrações, e eu adoro livros ilustrados, portanto quero ler, com certeza.

    ResponderExcluir
  4. Ahahahaha
    Eu li Protocolo Bluehand: alienígenas.
    Então esse Branca deve ser mesmo hilário... eita nerds para gostarem de zumbis. haha
    Agora eu pensava se tratar de uma única estória, não vários contos... gostei do nome novo da Cindy!!! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani!
      Acho que você vai gostar bastante da Branca dos Mortos :D

      Beijos

      Excluir
  5. Eu já tinha me interessado por esse livro pelo nome, e achei mais legal ainda pela sua resenha, que me deixou super curiosa!
    Eu adoro quando tem ilustrações nos livros, fico imaginando como é.
    Concordo também que essa risada é estranha.
    Bjs =}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia!
      Então você vai adorar este livro! Sério! :D

      Beijos

      Excluir

Assine nosso Feed! Skoob! Siga-nos no Twitter! Facebook!