segunda-feira, 29 de outubro de 2012



Eu ganhei este livro através de uma brincadeira de Amigo Secreto. Quem me enviou foi a Nat, do blog PlanetPink.
Eles resolveriam pendências do passado... do modo dele!
Assombrado por uma infância de ilegitimidade e pobreza, Valente Lorenzatto jamais perdoou Caroline Hales por tê-lo abandonado no altar. Agora, ele ganhou milhões e reivindicou sua herança aristocrática veneziana... e está determinado a ter sua vingança. Valente arruinará a família de Caroline ao se tornar dono de tudo o que têm... a menos que ela lhe dê o que lhe negou cinco anos atrás...



Esta obra faz parte da coleção “Maridos Italianos” da Harlequin. Quando chegou para mim achei que ia me esbaldar em muito romance, sedução e beleza. Não foi bem isso que aconteceu. Vou contar para vocês!

Vamos aos personagens:
Valente Lorenzatto: Italiano. Era pobre e conseguiu construir uma grande fortuna em pouco tempo (bilionário em menos de 5 anos). Foi deixado no altar por Caroline e nunca se conformou. Egoísta, marrento, lindo, mandão.
Caroline Hales: Inglesa. Era rica e agora está falida. Deixou Valente esperando no altar por um motivo plausível. Casou-se após o fato, mas logo o marido faleceu. Mimada, tenta ser forte, mas não apresenta personalidade interessante.

Bem, ele compra a casa e a empresa da família de Carolina (que estavam empenhoradas). Quando Carol descobre que o comprador é Valente, tenta negociar para que seus pais não percam a casa – já que estão velhos. Ele aceita a negociação, mas para isso ela terá que fazer sexo com ele. Simples assim. Aliás, Valente não tem um pingo de respeito por Carolina, só vê o seu lado. Remói o casamento que não aconteceu, mas nunca procurou saber a razão de ela não ter aparecido.
Aí você pensa: coitadinha! Coitada nada! Deixa-se manipular pela mãe, é submissa ao Valente. Sem personalidade é a melhor definição para ela. Sem contar que ela é autodepreciativa.

Aí o que acontece? TUDO muda a partir de um determinado momento que eu não posso contar, senão estraga tudo. Simples. Ele a “perdoa” pelo casamento e ela o aceita, numa boa.
Já deu para perceber que o livro não me agradou, né? É que a história não me convenceu. Gosto de me identificar com a mocinha (como qualquer leitora), e não consegui engolir o tal Valente – e nem a submissão da mulher.
A narrativa é própria dos romances de banca: muito leve. Há poucas descrições de cenários e muitos “pensamentos” dos personagens. Já adianto que são poucos diálogos, e eu gosto de personagens mais falantes.
Não tem como manter suspense com estes romances, já que é certo que os protagonistas ficam juntos e felizes ao final da trama – ou seja, o bom é o desenvolvimento e não o final certo.

Com poucas cenas sensuais, é um livro fraco. Acredite: é o primeiro livro da Harlequin que não “funcionou” comigo – não me fez viajar na história.

Pontos Negativos: Principalmente o fato de Caroline ser submissa ao tempo todo. Não tem um pingo de respeito próprio.
Pontos Positivos: A leveza da narrativa é válida – daquelas que você lê quando quer descansar mesmo. A autora escreve de forma fluida, apenas os argumentos não me convenceram.
Mais uma vez, é somente minha humilde opinião. Algumas pessoas gostaram da leitura. E aí? Está a fim?


Reações:

8 comentários:

  1. Adoro romances de banca mas sendo de banca ou não a história tem que convencer!
    Também gosto de diálogos mais do q pensamentos dos personagens....e quanto a submissão e finais q do nada se resolvem também não me agradam assim...
    Acho que temos gostos parecidos ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suh!
      Eu já disse que nós fomos irmãs gêmeas em outra encarnação! Só pode!
      Sei lá, não me convenceu mesmo...

      Beijos

      Excluir
  2. Adoro um italiano e estas "vinganças" sempre nos fazem suspirar, pena que a mocinha seja tão submissa.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose.
      Pois é, os italianos tem sempre um lugar de destaque no coração da gente né?

      Beijos

      Excluir
  3. Que pena... a Lynne costuma ser muito boa!!!
    Mocinhos italianos *-*
    Se bem que ando fugindo de vinganças... mas daria uma olhada despretensiosa!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Dani!
      Vi críticas dela, onde diziam que era ótima. Mas nesse livro não rolou comigo..

      Beijos

      Excluir
  4. nossa, que decepção!!! a sinopse tinha me dado vontade de ler.... rs, mas essas mocinhas submissas e poucos dialogos no livro não me agradam tbem!! Acho que vou pular esse..
    Mas como sempre, adoro suas resenhas!
    bjuuuu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ana!

      Espero que o próximo de banca seja melhor, para eu dar uma ótima dica de leitura para vocês!

      Beijos

      Excluir

Assine nosso Feed! Skoob! Siga-nos no Twitter! Facebook!