segunda-feira, 19 de março de 2012

A Editora MODO disponibilizou uma entrevista muito bacana com Ahtange Ferreira, autora do título "Marcas Indeléveis". Vamos conferir.


MODO Editora - Porque escreveu esta obra?
Ahtange Ferreira - Sou professora de Educação Infantil e ao longo dos anos fui percebendo os inúmeros problemas que as crianças apresentavam no espaço de sala de aula, vindo a descobrir, em praticamente todos os casos, que esses problemas eram de cunho emocional e familiar.

M.E. - Em que/quem foi inspirada esta obra?
A.F. - Acompanhei e vivenciei muitos casos, participei de alguns na qualidade de ouvinte, em outros precisei intervir. São histórias de muitas mulheres, mães e adolescentes, e famílias desestruturadas.

M.E. - Esta obra já foi revisada por um profissional?
A.F. - Não, pois ainda não tive recursos para tal, tudo foi feito por mim.

M.E. - Qual a área em que esta obra se encaixa?
A.F. - Bom, acho que drama com uma boa dose de psicologia, pois retrata traumas de infância que contribuem bastante para os infortúnios da vida adulta.

M.E. - Qual o público que, em sua opinião, irá se interessar por esta obra?
A.F. - Pais e professores. 

M.E. - Quais são as mensagens que esta obra transmite ao leitor?
A.F. - Principalmente alerta para os problemas causados ao indivíduo quando este não tem uma boa estrutura familiar. E como a violência física e psicológica afeta a auto-estima de uma mulher. Como as cicatrizes da alma podem ser destrutivas, inesquecíveis incuráveis...

M.E. - Em que esta obra é baseada - em fatos reais, ficção ou ambos?
A.F. - Em ambos 

M.E. - Em que local e época a trama se passa?
A.F. - Por volta de 1988 (início) Começa em São José de Ribamar, uma parte em Fortaleza e termina em São Luis MA

M.E. - Quantos personagens existem nesta obra?
A.F. - Tem muitos personagens. Como a história tem três momentos, ou seja, se passa em lugares distintos posso dizer que existem três núcleos de personagens. Os mais importantes são os de Fortaleza e de São Luis.

M.E. - Descreva de forma sucinta a personalidade de cada personagem com nomes.
A.F. - Esther: Inteligente, porém desestruturada emocionalmente por sempre sofrer com a falta do pai. Uma mulher em busca do amor sonhado, guerreira uma sobrevivente. Com oscilação de humor vai de um extremo ao outro com muita facilidade.
D. Helena, guerreira, carrancuda, radical, mas no fundo só queria criar os filhos com dignidade. Uma mulher sofrida e esquecida do amor.
Seu Antônio: Desinteressado, irresponsável, mulherengo e com pouca vocação para pai e marido. (pai de Esther) 
D. Silvia doce, calma e amorosa. (Patroa com quem Esther foi morar em Fortaleza)
Mônica: Intrigante, maldosa, vingativa. (filha mais velha de D. Silvia)
Seu Jonas: Calado, violento, mulherengo. (marido de D. Silvia)
Evilásio: Doce, meigo, gentil, apaixonado. (amor de adolescência)
Pedro: Tranquilo, recatado, tímido. (amor de adolescência)
Edna: Doce, amiga, conciliadora (Amiga patroa e alguém muito especial para Esther)
Marcos: Inteligente, culto, maduro. (professor, amante e pai do filho de Esther Michael)
Vera: Esposa de Marcos (ambiciosa)
Fernando: Inteligente, mulherengo, irresponsável. (MARIDO)
Susana (irmã mais velha de Esther)
Lúcia: Doce, carinhosa, gentil e meiga (irmã de Esther)
Adrian: Doce, lindo, amoroso, gentil, apaixonado( o amor sonhado de Esther com quem ela fica no fim)

M.E. - Quais as ligações entre os personagens?
A.F. - Em todos os núcleos trata-se de famílias.

M.E. - Quais são os temas/assuntos principais e coadjuvantes abordados na obra?
A.F. - Morte, perda, amor, ciúmes, crueldade, traição, estrutura familiar.

M.E. - Qual o foco narrativo utilizado na obra?
A.F. - Narrador neutro

M.E. - Em que esta obra se diferencia de outras obras de outros autores do mesmo gênero, estilo e assunto? O que esta obra traz de novo, diferente, revolucionário, inédito ou singular?
A.F. - Início de uma resenha.... Algumas pessoas que já leram apontam muito a questão da intensidade e como parece tão real.

M.E. - Diga as palavras que mais definem a sua obra.
A.F. - Sofrimento, violência, perda, superação, limite, dor, amor, busca, superação.

M.E. - Insira um texto sucinto da obra que mais a caracteriza:
A.F. - Marcas Indeléveis mostra como muitas mulheres vivem e são violentadas de diferentes formas e principalmente alerta para o estrago que causa a violência psicológica. E os danos às vezes irreversíveis que causam no indivíduo uma família desestruturada emocionalmente.

Eu já havia lido alguns dramas ao longo da minha vida, mas acho que nenhum com tanta intensidade.
(Neiva Meriele) 




Não deixe de visitar o blog... Você é muito bem-vindo!!
Reações:
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário

Assine nosso Feed! Skoob! Siga-nos no Twitter! Facebook!