sexta-feira, 30 de março de 2012


Sinopse
O senhor do vício…Quintus MacLachlann é do tipo arrogante que jamais se desculpa. Quando recebe a missão de fingir estar casado a fim de se infiltrar na sociedade de Edimburgo, ele saboreou a chance de ser o marido de Esme, que, embora belíssima, o detesta.…e a senhora da virtude?Esme não esconde sua profunda antipatia pelo desonrado libertino. Ele é a última pessoa no mundo que ela consideraria se casar, simular um casamento ou qualquer outra coisa. Mas ser forçada a atuar como esposa de um homem tão sedutor quanto ele pode criar sentimentos reais de desejo…




* Opinião sobre o estilo do autor
A autora Margaret Moore tem uma escrita leve. Os diálogos são de fácil assimilação exatamente por esta questão, a leveza. A autora não tem medo de escrever! Os detalhes são precisos, a trama muito bem amarrada.

* Opinião sobre a história do livro
Esta foi uma das poucas obras que já me fizeram perder algumas horas de sono! Simples: Maravilhoso é a palavra que descreve o livro. As cenas são ótimas, com situações cômicas e muito romance - como é de se esperar! Sem falar no sarcasmo embutido constantemente na mocinha da obra. Diferentemente das protagonistas submissas (e diferente do que acontecia na realidade da época), Esme McCallan é uma mulher inteligente que sabe expor suas ideias, tem argumento para tudo e adora uma boa briga. Quintus Maclachlann é arrogante, sarcástico, atraente e não perde uma boa briga. 
Os dois, a princípio, se detestam, e com o desenrolar dos eventos, aprendem a ter respeito e admiração um pelo outro. A história como um todo é muito gostosa de se ler. Divertida, emocionante e envolvente é um prato cheio para quem está com "fome" de leitura. Eu pelo menos, estava em uma ressaca literária horrível e este foi o único livro que prendeu minha atenção - prendeu tanto que me fez dormir altas horas da madrugada! Envolvente é a palavra certa para esta obra.

* Opinião sobre a forma, o modo como a história é contada
Os eventos se passam em 1817, e os diálogos não são característicos de tal época. Mas engana-se quem pensa que isto é negativo. Quem já leu romances históricos com diálogos característicos sabe o quanto é difícil a interpretação e assimilação do texto. Além do mais, é muito fácil a autora colocar palavras antigas e misturar com novas, fazendo confusão de diálogos e tons.
Penso que assim ficou muito mais atrativo e entendível. Em nenhum momento a narrativa fica cansativa - acredito que pelo fato da "moda", que agora a maioria dos livros tem diversos pontos de vista, dando uma maior clareza ao leitor sobre os acontecimentos.

* Aspectos positivos
A maneira como a autora coloca os acontecimentos, de forma ágil, intrigante, envolvente, sensual. A história, apesar de parecer clichê, tem o que eu costumo chamar de "cereja do bolo", que é o toque que falta a muitas obras.

* Aspectos negativos
Apenas penso que o momento da declaração foi rápido demais. Poderiam ser mais demorados, ou então pequenos detalhes acrescentados ao longo da trama daria informações mais convincentes e atraentes. O fato de que até um determinado momento, rolava apenas desejo e de repente os dois se amam, não é o melhor argumento para o leitor. Mas, como já disse, é uma obra e tanto

* Observações
Como sabem, os romances da Harlequin tem páginas de qualidade um pouco inferior em relação aos que são lançados normalmente. Claro que isto é apenas um detalhe, visto que os melhores romances eu encontro por lá mesmo, com estas páginas escuras mesmo, e que eu adoro mesmo.

* Ortografia, gramática e diagramação
Não encontrei nenhum erro de ortografia ou gramatical. A diagramação é muito bem realizada.

* Avaliações de conteúdo e coerência
A leitura é muito leve e gostosa de fazer, além de rápida - já que os eventos são ágeis. A trama é muito bem amarrada, dá espaço para o leitor observar todos os personagens e situações.

Se vale a pena ler? Oh, se vale! Recomendo!


Não deixe de visitar sempre o blog... Você é muito bem-vindo!!
Reações:

4 comentários:

  1. Adoro romances históricos os melhores romances que leio e da Harlequin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jayane! Eu também adoro os romances da Harlequin...

      Excluir
  2. Acredita que não costumo ler romances históricos?
    Preciso me atualizar nesse sentido e deixar meus "literatura de sangue" um pouco de lado hehehe..
    www.pausaparaumcafe.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anna, eu aconselho muuuuuuito... É o que serve pra mim quando estou com ressaca literária. É tiro e queda... Adooooro...

      Excluir

Assine nosso Feed! Skoob! Siga-nos no Twitter! Facebook!