terça-feira, 26 de fevereiro de 2013



Sinopse

Na Barcelona dos anos 1980, o menino Óscar Drai, um solitário aluno de internato, conhece Marina, uma jovem misteriosa que vive num casarão com o pai idoso. Em passeios pela cidade, os dois presenciam uma cena estranha num cemitério e se envolvem na resolução de um mistério que remonta aos anos 1940. Numa tentativa inútil de escapar da própria memória, Oscar abandona sua cidade. Acreditava que, colocando-se a uma distância segura, as vozes do passado se calariam. Quinze anos mais tarde, ele regressa à cidade para exorcizar seus fantasmas e enfrentar suas lembranças - a macabra aventura que marcou sua juventude, o terror e a loucura que cercaram a história de amor.


Olá, gente! Como estão? Meu sumiço do blog se deve a um período em que estive sem internet em casa e mil outras coisas que vem acontecendo ao mesmo tempo e tomando toda a minha atenção. Desculpem-me por isto! Hoje trago para vocês um livro que eu ganhei da Came, que já li há algum tempo e que estou adiando a resenha por algum motivo que eu não sei explicar!

Agora vocês me perguntam... Não sabe explicar por quê? Apenas pelo fato de que o livro me ganhou em muitos (para não falar em todos) aspectos mas ainda assim eu terminei a leitura sentindo falta de algo. Quero dizer... Como se tivesse uma lacuna a ser preenchida mas eu não saiba qual lacuna é essa e onde ela se encaixa. É confuso, eu sei. Talvez seja a minha ânsia por mais, minha vontade de não querer abandonar Óscar e Marina, enfim... Triste, sim, em me despedir dos personagens.

Sobre o livro, só tenho maravilhas a dizer! É uma história linda. Envolvente. A narrativa é maravilhosa, o suspense é de tirar o fôlego. A suavidade da melancolia e a tensão conversam entre si de modo espetacular.  Não há como falar o contrário disso e/ou dizer que Zafón não foi feliz com a criação de Marina.

O livro conta a história de Óscar Drai, um garoto de 15 anos que vive em um internato e que adora se aventurar pelas ruas de Barcelona dos anos 70. Durante suas andanças pelas ruas com antigas mansões, uma em especial chama a sua atenção e Óscar se deixa levar pela curiosidade e adentra os portões parando na sala de estar onde é surpreendido e, com um enorme susto, corre da casa e vai em direção ao seu internato levando algo que não lhe pertencia... O que, posteriormente, lhe deu coragem suficiente para voltar à mansão A ideia de que ele roubou algo não lhe agradou; E foi aí que ele conheceu os donos da casa, Marina e Gérman, seu pai – além de Kafka, o gato da família. O laço criado entre os três é algo que, acredito eu, não exista no mundo alguém que não seja capaz de gostar e se encantar.

Embalados pelos suspenses das ruas de Barcelona, por uma mulher toda de preto em um cemitério e pela coragem de sua amizade, Marina e Óscar passam a perseguir mistérios e buscar explicações para desvendá-los, jogando a si mesmos, a cada capítulo, em um mar de terror e novas descobertas onde ambos lutariam pela verdade, e por suas vidas.

Zafón conseguiu criar uma obra onde todos os elementos, absolutamente todos, tem razão para existir e existem para enriquecer a obra. A cada novo personagem, mais fatos revelados. A cada fato revelado, mais suspense e aventura. Como uma corda com nós muito bem dados e firmes, lindamente adoçando todo o terror e o sobrenatural com a amizade e paixão doce e serena entre Óscar e a linda Marina.
"De nada adianta toda a geografia, trigonometria e aritmética do mundo se você não souber pensar por si mesmo – argumentava Marina. – E nenhum colégio ensina isso. Não está no programa."

Tudo que eu posso dizer para concluir é que é uma leitura recomendadíssima e válida para todos. Depois de toda a tensão no passar das páginas, o fim é emocionante e te faz chorar. Tocante e intenso como Zafón sempre sabe ser e provando mais uma vez que não são necessárias seiscentas páginas paga desenvolver uma ótima história e prender um leitor. 

Comentem o que acharam da resenha e qual a impressão de vocês sobre o livro! 
Sábado eu volto com o "O que vi na semana"! Beijo, gente, boa semana para vocês! :)
Reações:

6 comentários:

  1. Não conhecia o livro mais gostei muita da história.
    Agora fiquei super curiosa e com vontade de ler ele, quero me encantar com a leitura assim como vc.
    Bjos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia quando puder/se puder, Dany. Como eu disse, era para ser um livro para jovens, mas acredito que não exista um que não acabe se encantando Óscar e Marina. Se tiver interesse, a Suma de Letras disponibilizou em pdf um trechinho, olha aqui: http://goo.gl/Sk0UD.
      Beijos, boas leituras! :}

      Excluir
  2. Muito legal a resenha!!!
    Gosto desses suspenses e acho que vou gostar do livro!
    E eu também fico assim as vezes, não querendo largar os personagens!!! Dá uma dor no coração!


    bjos!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo (que não é o suspense e as partes alegrinhas) deste livro dá uma dor no coração! :( Sofro por eles, juro! :( HAHAH
      Espero que tenha a oportunidade de ler logo, Ana! Beijos!!

      Excluir
  3. Eu li para a escola e adorei o livro! É um livro bem tenso e misterioso até o fim, em que todas nossas pesperctivas são postas em dúvida. Indico muito!

    ResponderExcluir
  4. Comecei a ler esse livro há uns dois dias, terminei tem alguns minutos, ele é muito interessante, envolvente, emocionante, e confesso que fiquei com medo em algumas partes, amei, chorei muito no final, é muito bom, recomendo, vou sentir saudades

    ResponderExcluir

Assine nosso Feed! Skoob! Siga-nos no Twitter! Facebook!