quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013


Olá, visitantes do blog Resenhas de Uma Leitora!
Este post marca minha estreia aqui no blog, então achei justo eu escrever sobre um filme e um livro que me conquistaram rapidamente nas últimas semanas. Para quem não sabe, eu vou escrever uma série de post sobre os livros e suas adaptações cinematográficas. A primeira obra escolhida foi O Lado Bom da Vida O filme me conquistou assim que terminei de assistir na sala de cinema, assim que os créditos terminaram, sai e fui andando - quase correndo - diretamente para a livraria onde, sem nenhuma dúvida, comprei o livro. Então, sem mais delongas, vamos ao que interessa.

A história

A trama narra a vida de Pat que retorna ao seu lar após uma longa temporada em uma clínica psiquiátrica. Ao deixar o “lugar ruim”, Pat decide seguir um novo estilo de vida que inclui entrar em forma e ser saudável, praticar ser gentil e, o principal, se aproximar de todos os gostos de sua ex-esposa para buscar uma reconciliação entre eles.
Essa história serve tanto para o livro quanto para o filme, não quero discorrer mais sobre ela para evitar dar spoilers desnecessários.

O filme


O longa é comovente e bem-humorado, extremamente bem dirigido, bem escrito e possui excelentes atores em ótimas interpretações. Esses por si são elementos fundamentais para um bom filme. Quando isso vem com uma história apaixonante fica fácil de nos apaixonarmos. Esse é o caso de O Lado Bom da Vida, adaptação homônima do livro escrito por Matthew Quick, roteirizada e dirigida por David O. Russell (Indicado ao Oscar). O filme conta com a presença marcante (e indicada ao Oscar) de Bradley Cooper e Jennifer Lawrence, ambos interpretando os protagonistas da história, Pat Solitano Jr. e Tiffany. Os atores Robert DeNiro e Jacki Weaver (também indicados ao Oscar), interpretam os pais de Pat, Par Solitano e Dolores Solitano. O filme foi indicado a 8 Oscar, merecidamente. Os personagens tem espaço dentro da história e, principalmente, os motivos e as dificuldades de Pat são bem explorados. Contudo, posso afirmar - o que geralmente é quase unânime em relação às adaptações - que o livro é ainda melhor.

O Livro



Bom, o livro é ainda mais adorável que o filme. A história é amplamente mais trabalhada e abrangente conhecemos mais os personagens, inclusive Pat - que no filme chama-se Pat Solitano, mas no livro seu nome é Pat Peoples. Conhecemos Pat na mesma situação que o filme, internado em uma clínica psiquiátrica, a partir daí o livro começa ganhar uma carga emocional enorme, podemos invadir a cabeça do personagem, nisso entra o mérito do livro ter sido escrito em primeira pessoa, o autor nos deixa a vontade para conhecer o personagem e viajar por seus pensamentos e principalmente para sabermos o motivo dele adquirir um novo estilo de vida, motivo esse que é reatar o seu casamento. O livro é extremamente impactante, te faz sorrir em certos momentos e, no capítulo seguinte, te faz ficar com os olhos marejados.  A profundidade do que ocasionou o internamento de Pat também é muito mais trabalhada durante o livro. Matthew Quick é um autor muito habilidoso e torna difícil não virarmos à próxima página, o interessante é a extensão de seus capítulos, compactos, mas muito instigantes e emocionantes.

Livro x Filme

O livro em relação ao filme é melhor, claro. É muito mais emocionante. Porém, isso, de forma alguma, quer dizer que a adaptação seja ruim, ao contrário, é um incrível trabalho. Manteve o núcleo principal da história e soube transmitir muito emoção também, além de contar com belas atuações. Cheguei a conclusão que uma obra complemente a outra, de certo modo. Recomendo fortemente que quem se interessou pela história assista o filme primeiro e depois desfrute do complemento que o livro possui. Um excelente filme, um incrível e amável livro que transmite ótimas mensagens e belos valores, uma obra cativante. Afinal, o que melhor que sempre enxergar O Lado Bom da Vida?


Reações:

5 comentários:

  1. Nossa, ficou muito bom essa comparação.
    Eu até agora só vi o filme, mais pretendo - é quero muito - ler o livro.
    Tenho lido muitas resenhas boas sobre o livro, o que aumenta é muito minha vontade de ler ele.
    Quando começei a vê o filme não imagina que ia amar a história. Gostei demais dos personagem e os atores tbm não deixaram a desejar. Não imagino outras pessoas interpretando esses papeis.
    Bjos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dany! Eu também gostei muito do filme e mais ainda do livro, espero que quando ler se apaixone pela história ainda mais :) Obrigado pelo carinho!

      Excluir
  2. Adorei sua estreia!
    Ainda não vi, nem li.. mas vou seguir sua dica e ver o filme antes!
    Na resenha ja fiquei deslumbrada!! Adoro livros assim!

    bjos!!!!!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana Paula! Ahh, não viu ainda? Corre pro cinema então, kkk. Espero que a história também te cative e obrigado pelo carinho :)

      Excluir
  3. Não achei o livro lá grandes coisas, até meio(total) sem graça. Mas o filme, meu Deus, o filme não precisavam nem ter feito, conseguiu ficar pior que o livro :x hehe. Minha opinião né; Beijos Came :*

    ResponderExcluir

Assine nosso Feed! Skoob! Siga-nos no Twitter! Facebook!