quinta-feira, 10 de novembro de 2011



Contém spoilers para quem não leu o primeiro volume. Resenha AQUI.

Sinopse:  
"Sei que o perdi... Tristan está morto. Jamais poderá me abraçar novamente. O amor termina com a morte." Ivy

Quatro semanas se passaram desde o acidente em que Ivy Lyons perdeu Tristan, o grande amor de sua vida, e deixou de acreditar nos anjos. Os dias têm sido difíceis e para superá-los Ivy busca forças na família e nos amigos. Sua grande motivação agora é ensaiar para a apresentação de piano no Festival de Artes de Stonehill, já que Suzanne, sua amiga de infância, pensando em animá-la, fez a inscrição, mesmo contra a sua vontade.

Ainda sem saber lidar com os seus poderes angelicais, Tristan Carruthers conta com a ajuda de Lacey - um anjo mais experiente - para aprender a tocar nas pessoas, canalizar energia e voltar ao passado. Assim, os dois partem na busca por respostas para o acidente, por uma maneira de Ivy sentir Tristan e, principalmente, de mostrá-la que o acidente foi, na verdade, um assassinato.

Todo esforço de Ivy para superar a perda de Tristan é interrompido por pesadelos que a fazem reviver o dia do acidente e se misturam com fatos do dia do suicídio de Caroline, ex-mulher de Andrew, marido de sua mãe. O temor de Ivy é acalantado nos braços de Gregory, seu irmão adotivo.


Angustiado pelos contínuos pesadelos da amada, Tristan decide que é a hora de fazer contato e segue seu objetivo com a ajuda de Lacey. Mas como aproximar-se de Ivy se ela não mais acreditava em anjos e ele agora era um?

O amor que os une será o canal para Tristan se aproximar de Ivy e alertá-la sobre as pessoas que estão ao seu redor. Será que todos em que ela confia são realmente seus amigos?"


O segundo volume da saga (inicialmente uma trilogia) é bacana. Tem uma trama bastante diferente do primeiro livro.
A história começa um mês depois da morte de Tristan. Ivy, após isso, deixa de acreditar nos anjos - complicando a vida de Tristan, já que ele virou um!
Tristan então conta com a ajuda de Lacey - uma atriz que morreu e também virou anjo, e Philip - irmão de Ivy que acredita em anjos. Mas as coisas não são fáceis para o casal.

Como os dois estão em planos diferentes, Tristan não tem comunicação com Ivy, e não pode dizer que o acidente não foi um acidente, exatamente.
A autora continua compondo muito bem seus personagens e nos dando muitas surpresas e mistérios - como Will, misterioso. Além disso, neste volume sabemos quem é o "vilão" da história, nos abrindo um leque de opções para os eventos que acontecem desde o primeiro volume.

A obra tem um ritmo bacana - e prende mais do que o primeiro volume. Gostei.

Vale a pena ler!
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Assine nosso Feed! Skoob! Siga-nos no Twitter! Facebook!